Análise: Eternal Castle Remastered

É um jogo para um público específico, pois tem controles bem ruins e é totalmente baseado em 4 cores, em algumas animações ele fica muito bonito, mas durante o jogo isso pode ser muito ruim, muito mesmo…

o jogo não me agradou muito com o enredo pois o jogo te coloca em uma aventura sem explicação nenhuma, na verdade ele até te coloca um texto explicativo no início, mas as letras estão misturadas e fica muito difícil de entender o que ele está tentando explicar…

acho que esse meme explica tudo do jogo…

o problema é que depois do primeiro tiro, eu não achei nem uma bala durante muito tempo, então sai na porrada com tudo o que eu via e se mexia…

The Eternal Castle [REMASTERED], descrito na internet como um jogo que nunca existiu aparentemente foi lançado para MS-DOS em 1987. Esse remaster não traz gráficos robustos ou atualizações de mecânicas, muito pelo contrário! o jogo parece realmente ser um jogo de 87.

Velhos tempos

Imagem do Prince Of Persia 1989

Ninguém soube dizer se esse jogo de 1987 é ou não real, muitos dizem que é tudo uma ilusão, e que esse jogo nunca existiu, mas o que importa é que agora existe e com uma aparência de prince of persia de 1989 o jogo tem um charme com os gráficos antigos de CGA, (tecnologia da IBM para placas de vídeo) que pode trazer uma nostalgia aos jogadores mais velhos, mas para os mais jovem isso é um problema bem sério, pois fica bem difícil de entender o que está se passando na tela, cara fica dificil de ver o próprio personagem…. mas em compensação, a animação de início é bem legal.

os controles do jogo são simples mas mesmo assim não dá pra saber o que estamos fazendo pois parece ter algum tipo de atraso dos comandos, a movimentação também é muito estranha, por exemplo, quando você vai pular de um penhasco, parece que o pulo não funciona e você simplesmente cai e morre..

os inimigos no entanto, são mais difíceis, pois eles podem atirar sem parar, de verdade, encontrei inimigos que tinham pistolas e que atiravam sem medo de gastar as balas, eles ficavam atirando como se fossem metralhadoras, isso sem contar os que vêm em bandos, a parte da baladinha, que inferno… você chega na moralzinha e todo mundo vem para cima de você com machadinhas e todos vem ao mesmo tempo, teve momentos que deu vontade de nem jogar mais, mas acho que essa cena foi a mais divertida… era quase uma fila de gente caindo na porrada…

 

mas aí temos os mestres, que em contra-parte dos inimigos normais, são simples e até fáceis de derrotar…

com o avanço na história do jogo, você irá recuperar a sua nave, liberar novas áreas, irá ganhar upgrades e novas armas para “facilitar o seu caminho” e quando digo facilitar é bem pouco mesmo…

e como o jogo tem mais de um final isso pode te motivar a jogar mais vezes para ver todos…

no geral o quem tiver jogado jogos desse tipo, ou no caso dessa Era vai gostar bastante, e quem não tiver jogado vai achar muito ruim, ou muito estranho…

Prós

  • O jogo é visualmente bonito
  • A trilha sonora é muito boa

Contras

  • Em alguns momentos em que está escuro, ou tem muitas coisas para se ver fica impossível saber o que está acontecendo.
  • Definitivamente não é para todos os públicos
  • Controles ruins
  • É bem difícil ler qualquer coisa escrita neste jogo

 

Eternal Castle Remastered

Nota: 4/10
Data de lançamento inicial: 5 de janeiro de 2019
Plataformas: Nintendo Switch, Microsoft Windows, Linux, macOS, Mac OS
Desenvolvedores: Leonard Menchiari, Daniele Vicinanzo, Giulio Perrone
Estúdios: TFL Studios, Playsaurus

 

Análise: Eternal Castle Remastered

João Sino
Sobre o autor
- Viciado em games, doces de padaria, animes, HQs e mangás. Johnny é formado em tecnologia e atua no mercado educacional, mas com muito tempo dedicado ao videogame!