Professor ensina música utilizando sons de jogos eletrônicos famosos

Sonic, Super Mario e Minecraft ajudam crianças a aprender sobre e conhecer sobre os sons e o universo musical

As aulas de Música para as crianças no Colégio Marista Glória, localizado na Zona Central de São Paulo (SP), estão repletas de personagens e da sonoridade dos jogos de videogame.

Os alunos do Infantil 4, sob a responsabilidade do professor Alexandre Moraes, estão aprendendo música por meio da vivência com os sons eletrônicos de jogos que costumam brincar, como Sonic, Super Mario e Minecraft.

 

“Mas o que estes jogos tem em comum? Fazem parte da paisagem sonora dos pequenos desde muito cedo. Quando nos permitimos ouvir, conhecer e interagir, somos capazes de criar propostas mais significativas e que conversam com o universo musical dos pequenos”, explica o docente.

 

Ainda, segundo Moraes, muitos alunos frequentavam as aulas (mesmo as virtuais) com camisetas do Sonic ou de joguinhos similares e sempre contavam para as professoras da turma sobre suas sagas para passar de fase.

 

Com isso, o professor passou a questionar as crianças: Qual instrumento está fazendo estes sons que parecem de “alienígena”? Seriam feitos em um computador ou usando instrumentos musicais?

 

“A turma então começou uma investigação e uma curiosidade que a educação musical só é capaz de produzir quando temos como princípio construir a partir da protagonista da situação de aprendizagem: a criança”, explica.

 

Após toda uma conversa para introduzir o tema para a turma, o professor apresentou alguns jogos de sintetizadores de som, bastante intuitivos.

 

“Não demorou muito para, depois de uma breve demonstração, passarmos a compor nossa própria música de videogame, vivenciando os sons eletrônicos”, revela.

 

Para Moraes, ao passar uma música e conversar sobre a letra, é preciso, relacionar com o contexto dos alunos, seu cotidiano e com os conteúdos presentes no material sonoro.

 

“Considero tão importante quanto a prática, o cantar e o tocar, o transmitir, provocar, estimular, desenvolver a capacidade de escuta crítica e ativa dos alunos. Uma simples canção traz uma quantidade incrível de informações e conteúdos”, finaliza.

Professor ensina música utilizando sons de jogos eletrônicos famosos

Fábio Silvestrini
Sobre o autor
- Italo-hispânico com personalidade mais puxada para a segunda, Silvestre é formado em propaganda e marketing, mas viveu boa parte de sua vida curtindo games em terceira pessoa, futebol e estrelados por personagens famosos dos cinemas e dos HQs. Dos quadrinhos, aliás, nasceu outra de suas paixões, o desenho. Logo, não se espante caso algum review do cara venha acompanhado por alguma ilustra bacana.