‘RIO – Raised in Oblivion’: pré-venda termina nesta segunda-feira (31)

Jogo, desenvolvido pela brasileira First Phoenix Studio, tem previsão de disponibilidade para venda on-line no final de novembro

Agosto, 2020 – Com previsão de lançamento oficial (incluindo início das vendas) para o final de novembro, o jogo “RIO – Raised in Oblivion”, desenvolvido pela brasileira First Phoenix Studio, terá sua pré-venda encerrada nesta segunda-feira (31), pelo site http://www.riosurvival.com/.

Três pacotes estarão disponíveis para os jogadores: o Survivor Edition, o Hunter Edition e o Order Edition, com preços que variam de R$ 99,99 a R$ 257,99. Cada um traz diversas vantagens exclusivas, como skins, armas, dinheiro in game, acesso antecipado e o direito de participar dos testes do jogo.

“RIO – Raised in Oblivio”, primeiro jogo desenvolvido pela First Phoenix Studio, chega com a proposta de unir os estilos Survival e Battle Royale. Essa mistura, inclusive, é o grande atrativo do jogo, que traz as principais características que tornam esses gêneros tão populares: a busca por equipamentos e suprimentos, comuns nos jogos de sobrevivência, e combate contra outros jogadores on-line, marca registrada no gênero de batalha.

Contudo, um dos diferenciais do RIO é que, ao contrário dos Battle Royale, o cenário não é encerrado a cada partida. O servidor funciona 24h, permitindo que os jogadores mantenham os seus avatares e conquistas. Além disso, também permite que o jogo tenha uma pegada mais estratégica, pois habilita a criação de clãs e disputa por territórios.

Tudo isso resultou no título de melhor game independente na edição 2019 da Brasil Game Show (BGS). O jogo também despertou o interesse de gigantes do setor, como a NVIDIA e a Steam, que apoiam o projeto.

Por enquanto, o jogo estará disponível exclusivamente para PC, em servidores para até 80 jogadores simultaneamente, mas com planos de expansão para até 500 pessoas. Por conta da riqueza de detalhes nos cenários, equipamentos e animações, “RIO – Raised in Oblivion” demandará computadores mais potentes para rodar em sua capacidade total. O jogo pede, como requisitos mínimos, processador i5, placa GTX 1050 Ti e 8 Gb de RAM.

Sobre o jogo
Em “RIO – Raised in Oblivion”, um novo vírus surge no mundo, mais especificamente na Praça Seca, região oeste do Rio de Janeiro, transformando as pessoas em um tipo de zumbi. Procurando controlar a disseminação da doença, o governo local isola a região com todo mundo dentro: ninguém entra, ninguém sai; e quem está isolado luta para sobreviver, buscando suprimentos e equipamentos, além de enfrentar inimigos locais.

Os jogadores poderão escolher entre três opções diferentes: os Assassinos, gangues que se formam para controlar a região; os Independentes, que preferem não tomar partido, lutando para sobreviver; e os integrantes da Ordem, um grupo paramilitar formado para manter – se é que é possível – a Lei no local.

Sobre a First Phoenix
A First Phoenix é uma empresa de desenvolvimento de jogos eletrônicos. Com a ideia de mudar o cenário brasileiro de games, Bannaker Braulio (CEO) teve a ideia de criar um projeto ousado. Sempre otimista, no final de 2019 obteve sucesso ao levar seu projeto mais promissor, RIO – Raised In Oblivion, para o BGS (Brasil Game Show), considerada uma das maiores feiras do gênero, trazendo para casa o título de melhor game indie da América Latina.

Instagram (FPS): https://bit.ly/2YrMhYi

Youtube (FPS): https://bit.ly/2zZvxy4

Twitter (FPS): https://bit.ly/37Y1Iue

Página Oficial R.I.O: https://bit.ly/2B9vPDd

Grupo Oficial R.I.O: http://bit.ly/RIOGrupo

Discord Oficial R.I.O: https://discord.gg/WxMRXr4

‘RIO – Raised in Oblivion’: pré-venda termina nesta segunda-feira (31)

João Sino
Sobre o autor
- Viciado em games, doces de padaria, animes, HQs e mangás. Johnny é formado em tecnologia e atua no mercado educacional, mas com muito tempo dedicado ao videogame!